Som automotivo: como montar um projeto básico?

Publicado em: mai 22 2020 por admin

Centrais multimídia para som automotivo!

Desde muito tempo o som automotivo de qualidade é o objeto de desejo de muitos motoristas por aí, afinal, nada como dirigir ao som da música que você curte, né? Seja para o dia a dia, durante uma viagem ou até mesmo para curtir com os amigos.

Hoje em dia existe uma grande variedade de itens de som automotivo, dos mais simples e básicos até o que chamamos de som high-end, com qualidade superior. Mas o importante mesmo é criar um projeto estruturado, composto por equipamentos que funcionem bem juntos, corretamente ajustados, atendendo aquilo que você precisa.

Por isso, na publicação de hoje nós trouxemos algumas dicas com itens básicos para você que está começando a mexer na parte de som do seu carro. Vamos lá?

3 equipamentos básicos para som automotivo

Central Multimídia

A central multimídia tem muita força quando o assunto é tecnologia automotiva. Apesar de não ser a única opção para o comando do som automotivo, as centrais tendem a ficar cada dia mais populares e presentes no carro dos brasileiros.

Muitas montadoras já incorporam o elemento de fábrica, por isso já é muito comum encontrar a central multimídia em um carro novo. Mas não se preocupe, ainda há espaço para quem é fã dos tradicionais CD Players, inclusive há fabricantes apostando em modelos mais discretos de aparelhos com leitor de CD.

Entretanto, em termos de mídia, a central permite controlar diferentes ferramentas, alguma delas diretamente relacionadas ao som automotivo. É pela central multimídia, por exemplo, que você terá acesso ao DVD, rádio ou bluetooth para transmitir o som do seu celular, entre outras funções.

Mas não se engane! Não é apenas de função básica que vive uma central multimídia. Hoje em dia o mercado oferece equipamentos de altíssima tecnologia que aliam funcionalidade, design e conectividade.

  • TV Digital
  • Espelhamento do celular
  • Câmera de ré
  • Controle touchscreen

Esses itens combinados fazem toda a diferença no quesito conforto e lazer para veículos. Para deixar a experiência ainda melhor, a instalação de telas multimídia também podem ser feitas na parte de trás do encosto do banco dianteiro. Assim, os passageiros do banco de trás terão uma experiência de viagem única, envolvendo som e imagem de alta qualidade durante um passeio de carro.

Alto-Falantes

Sem dúvida os alto-falantes são os maiores responsáveis pela qualidade do som do carro em estruturas básicas. Dentre os tipos, o Kit duas vias – composto por um Mid Bass, um Tweeter e um crossover –  é considerado um essencial para a entrega de um som de qualidade, abrangendo um espectro de frequência de som mais amplo do que os tradicionais coaxiais.

A partir daí temos a possibilidade de inclusão de elementos adicionais, que abrangem diferentes frequências e, em conjunto, entregam um som de maior qualidade.

Cada projeto de som automotivo pode contar diferentes tipos de alto-falantes, cada qual com sua especificidade. Se você está começando a planejar os elementos do som do carro, saiba que os principais tipos de alto-falantes são:

  • Woofer
  • Subwoofer
  • Mid-Range
  • Tweeter
  • Triaxial
  • Coaxial

Em breve falaremos de cada um desses elementos aqui no blog, fique de olho!

Amplificadores de Potência

Os amplificadores, como o nome sugere, são responsáveis pela amplificação do som, aumentando a potência do player. É muito importante que o amplificador seja compatível com a impedância dos alto-falantes, apresentando compatibilidade em potência (watts RMS), dessa forma evitando danos aos aparelhos.

Alguns aparelhos de áudio já possuem amplificadores internos, mas se no seu caso o objetivo é ganhar ainda mais potência, talvez sejam necessários os externos.

Aqui vale a conexão do amplificador com o alto falante. Considerando que o módulo amplificador tem a função de ampliar o sinal elétrico recebido, é importante que o alto falante também seja capaz de reproduzir a nova potência.  Por isso, se o seu som automotivo tem um amplificador de 100 watts RMS, por exemplo, mas o seu alto falante só suporta 50 watts, não fará diferença instalar o elemento de amplificação.

Para projetos de som automotivos mais robustos, os amplificadores de fonte chaveada são os mais indicados, dividindo-se em classes: A, B, AB e D. Cada classe representa uma configuração diferente do elemento, em questão de consumo de energia, distorção e mais.

Se os seus planos forem aumentar a quantidade de elementos para um som mais potente, tenha em mente que podem ser necessários mais canais para o upgrade do projeto, como a instalação de um subwoofer, por exemplo. Mesmo que você vá investindo no som aos poucos, possíveis mudanças na estrutura podem ser necessárias.

Essas são as peças básicas para que você possa começar um projeto de som automotivo de qualidade. Lembre-se de estudar muito bem ou então conte a ajuda de profissionais, para que o projeto não dê dor de cabeça futuramente.

Curtiu as dicas de som automotivo? Continue acompanhando nosso blog para mais informações sobre o universo sobre 4 rodas.

 

Categoria: Carros Personalizados, Cuidados com o seu carro, Som Automotivo

Comentários